30 melhores discos internacionais de 2014 (Douglas Ribeiro)

internacional

30 – Sean Rowe – Madman

sean-rowe

Por que ouvir:Folk simples, classudo, cheio melodias agradáveis e vocal grave.

Link youtube – Sean Rowe – Madman

29 – Behemoth – The Satanist

274109-emp

Por que ouvir:Metal de peso, direto, sombrio, intenso e agressivo. Trabalho de qualidade incontestável.

Link youtube – Behemoth – The Satanist

28 – Rival Sons – Great Western Valkyrie

Rival_Sons_Great_Western_Valkyrie_cover

Por que ouvir:“Great Western Valkyrie” é um álbum de rock ‘n roll retro muito bem executado, despretensioso, empolgante e diversíssimo.

Link youtube – Rival Sons – Great Western Valkyrie

27 – Foo Fighters – Sonic Highways

foo-fighters-sonic-highways

Por que ouvir:“Sonic Highways” é um disco um digno da qualidade e competência da banda, um resultado muito acima da média do que oferecido por aí. Particularmente, acho um grande disco!

Link Youtube – Foo Fighters – Sonic Highways

26 – Damien rice – My Favourite Faded Fantasy

My-Favourite-Faded-Fantasy-608x608

Por que ouvir:Disco emocional, com de melodias aparentemente simples (mas cheio de arranjos complexos) e com vocais suaves que traduzem perfeitamente os sentimentos propostos pelo álbum. Suave, emotivo e belamente executado.

Link youtube – Damien rice – My Favourite Faded Fantasy

25 – Sun Kil Moon – Benji

sunkilmoon_benji1[1]

Por que ouvir:“Benji” é um disco de Folk simples, intimista, de vocais arrastado, letras quase narradas, refrões com sobreposição de vozes, dedilhados de violão suaves e melódicos. Enfim um disco Folk na sua mais pura essência.

Link youtube – Sun Kil Moon – Benji

24 – J Mascis – Tied To A Star

a7b60ff4

Por que ouvir:Provavelmente minha queda pela música Folk influencie muito nas minhas escolhas, mas a beleza e delicadeza do trabalho J Mascis nesse “Tied To a Star” é inquestionável. Um disco para ouvir no ônibus na hora de embora do serviço, depois de um dia cheio.

Link youtube – J Mascis – Tied To A Star

23 – Royal Blood – Royal Blood

royalblood_rb

Por que ouvir:“Royal Blood” é um álbum de Rock/Blues: agressivo, potente e cheio energia. Ótimo disco, fica a expectativa para os próximos trabalhos da banda/dupla!

Link youtube – Royal Blood – Royal Blood

22 – Mac Demarco – Salad Days

salad-days-mac-demarco-clubnme

Por que ouvir:Indie Rock de sonoridade simples e suave, mas com suas pequenas experimentações. Guitarras agudas, mas cristalinas, canções intimistas e melancólicas fazem de “Salad Days” um trabalho bem particular.

Link youtube – Mac Demarco – Salad Days

21 – Lee Fields – Emma Jean

Print

Por que ouvir:Lee Fields é um mestre do soul music e funk, aos 63, Fields continua na sua melhor forma e esse disco “Emma Jean” só comprova isso. “Emma Jean” é álbum incrível, forte e nostálgico.

Link youtube – Lee Fields – Emma Jean

20 – Sharon Van Etten – Are We There

arewethere.lpout

Por que ouvir:“Are We There” é um disco cativante, o vocal arrastado e dolorido se encaixam perfeitamente ao clima emocional e intimista do disco. Enfim um álbum cheio de personalidade e na medida certa.

Link youtube – Sharon Van Etten – Are We There

19 – Cloud Nothings – Here And Nowhere Else

cloud-nothings-here-and-nowhere

Por que ouvir:Cloud Nothing parece ter encontrado o caminho certo entre punk, hardcore e indie rock. Som ao mesmo tempo cru e cheio de detalhes, melhor que muita banda que faz som parecido por aí.

Link youtube – Cloud Nothings – Here And Nowhere Else

18 – Atlas – Real Estate

RealEstateAtlas1400pixels-608x608

Por que ouvir:O Dream Pop e Indie Rock do disco “Real Estate” é viciante. A banda tem um som cristalino, onde tudo soa natural e sutil. Um dos disco mais agradáveis desse ano.

Link youtube – Atlas – Real Estate

17 – Ariel Pink – Pom Pom

ariel

Por que ouvir:Gosto de sons que navegam entre o estranho e o sensível, e Ariel Pink sabe como poucos criar sons ao mesmo tempo esquisitos e doces. Então mesmo que já tivesse praticamente fechado minha lista quando saiu esse disco tive que dar um jeito de encaixa-lo aqui.

Link youtube – Ariel Pink – Pom Pom

16 – St. Paul & The Broken Bones – Half the City

600x600

Por que ouvir:“Half the City” é um disco de soul music espetacular: vocais potentes, roucos e arrastados; um trabalho instrumental impecável; letras emotivas e doloridas. Um álbum fantástico e orgânico.

Link youtube – St. Paul & The Broken Bones – Half the City

15 – Owen Pallett – In conflict

Owen-Pallett-In-Conflict-500x500

Por que ouvir:“In conflict” é um álbum de sintetizadores, ambiente eletrônico cheio detalhes, vocais evocativos e arranjos milimetricamente posicionados. Um disco que flui muito fácil, que apesar de toda complexidade musical proposta tudo se encaixa perfeitamente e cria um clima ao mesmo tempo pulsante e emotivo.

Link youtube – Owen Pallett – In conflict

14 – Octave Minds – Octave Minds

cs2555523-02a-big_280x280

Por que ouvir:Entre eletrônica, post-rock, instrumental e algumas poucas faixas cantadas, o disco cria um universo todo particular de sons e ritmos. Um álbum que passa por diversos gêneros com uma naturalidade incrível.

Link youtube – Octave Minds – Octave Minds

13 – Hozier – Hozier

Hozier

Por que ouvir:Folk e R&B muito bonito e potente: com vozes evocando um clima de soul music e com uma sonoridade black emanando a cada canto do disco. O resultado é pulsante, swingado e sensível.

Link youtube – Hozier – Hozier

12 – Thurston Moore – The Best Day

149822

Por que ouvir:Entre ruídos, longas passagens instrumentais, guitarras estridentes se esconde melodias e vocais com um rock direto de qualidade. Um trabalho hora agressivo, hora reconfortante… Mas bem coeso.

Link youtube – HThurston Moore – The Best Day

11 – How to dress well – What is this heart

WhatIsThisHeart

Por que ouvir:“What is this heart” é um disco de R&B fantástico e executado com uma leveza singular. O resultado é um álbum melancólico, lírico e belíssimo.

Link youtube – How to dress well – What is this heart

10 – Chet Faker – Built on Glass

images

Por que ouvir:“Built on Glass” é um disco de R&B, que flerta elegantemente com soul, eletrônica e pop tudo de forma orgânica e funcional. Enfim um álbum é imponente e com um grau excelência indiscutível.

Link youtube – Chet Faker – Built on Glass

9 – Alt-J – This Is All Yours

10f6ce8a62c3043ac72196a2bbb86ac265f39265

Por que ouvir:Alt-J continua o excelente e criativo trabalho apresentado em “An Aweome Wave”, agora soando pouco mais melancólico, arrastado, mas sem deixar de ser extremamente pop. Um disco que comprova a maturidade do artista e que mostra que ele veio para ficar.

Link youtube – Alt-J – This Is All Yours

8 – Perfume Genius – Too Bright

Perfume-Genius-Too-Bright

Por que ouvir:“Too Bright” é um álbum pop cheio de experiências musicais e que tem um certo clima de Glam rock. Um disco grandioso, espalhafatoso e ao mesmo tempo soturno e melancólico. Um registro diferenciado, tanto na proposta quanto na execução.

Link youtube – Perfume Genius – Too Bright

7 – Swans – To be kind

swans-capa-tobekind

Por que ouvir:“To be Kind” é um disco duplo (praticamente 2 horas de músicas), barulhento, experimental, agressivo e caótico. Um álbum com longas viagens instrumentais, guitarras sujas, explosões fúria e ruídos. O resultado é uma perola de rock na sua mais complexa e ao mesmo tempo crua essência.

Link youtube – Swans – To be kind

6 – S. Carey – Range of light

rangeoflight31.11183

Por que ouvir:Um Folk meláncolico lotado de pequenos detalhes eletrônicos é receita de “Range of light”, o trabalho solo de S. Carey baterista do Bon Iver. Um disco intimista, muito sensível que remete ao próprio Bon Iver ou mesmo Nick Drake. Tudo muito singelo e minimalista.

Link youtube – S. Carey – Range of light

5 – Damon Albarn – Everyday Robots

damon-albarn

Por que ouvir:O trabalho solo de Damon Albarn (Gorillaz, Blur) é um disco clean, cheio qualidades e influências distintas (soul music e etc). Com a produção Brian Enno o disco tem um resultado bem mais contido e particular do que os trabalhos anteriores de Albarn, mas na minha humilde opinião bem mais interessante.

Link youtube – Damon Albarn – Everyday Robots

4 – Pallbearer – foundations of burden

cover

Por que ouvir:Metal melódico de qualidade como músicas longas que navegam pelo rock progressivo. Um disco encorpado, com a força e o peso adequado para esse tipo de trabalho. Um belo trabalho artístico, ambicioso e muito bem orquestrado.

Link youtube – Pallbearer – foundations of burden

3 – The War on Drugs – Lost in the Dream

41f440f9

Por que ouvir:Rock alternativo que consegue a façanha de ser igualmente contemplativo e incensante, com suas músicas que emulam um clima de rock simples, apesar de estarem permeadas por sintomatizares e detalhes psicodélicos. Uma obra espetacular, devido toda sua simplicidade aparente e clima deliciosamente melancólico.

Link youtube – The War on Drugs – Lost in the Dream

2 – Adult Jazz – Gist Is

a3762416444_10

Por que ouvir:“Gist Is” é um disco extremamente ambicioso, onde as experimentações e brincadeiras musicais não param de imergir e surpreender o ouvinte. Mas o mais impressionante de tudo isso é como álbum soa minimalista, apesar da complexidade e varições estilísticas presentes nas músicas. O disco mais criativo e inventivo.

Link youtube – Adult Jazz – Gist Is

1 – James Vincent McMorrow – Post tropical

Post_Tropical

Por que ouvir:“Post Tropical” pode não se o álbum mais original do ano, mas é o que mais ouvi e gostei de ouvir esse ano. Por isso, seria no mínimo injusto não coloca-lo no topo da minha lista. Nesse disco James Vincent McMorrow segue sua jornada, criando perolas “folk” cheias de sentimento e poesia, como no seu brilhante álbum anterior “Early In The Morning”. Só que aqui ele adiciona uma grande dose de R&B, o que o possibilita brincar ainda mais com as vozes e seus falsetes. O resultado é um pouco mais leve, ensolarado e brando que anterior, mas ainda sim melancólico e sensível. Um disco com músicas ao mesmo tempo emotivas e pulsantes. Na minha opinião de longe o álbum mais bonito do ano!

Link youtube- James Vincent McMorrow – Post tropical

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam