Achados e Perdidos: De Pai para Filha

images
images

 

Um monte de cantoras, interpretes, vem surgindo no cenário da musica brasileira, varias delas passarão despercebidas apesar de todo talento. Exemplos não faltam, mas enquanto grande maioria aposta no bom e velho MPB, no Samba e coisa e tal. Marya Bravo, que vinha seguindo esse caminho, resolveu no ano 2011 lançar um disco em tributo ao seu pai Zé Rodrix , um compositor, que nunca teve sua obra devidamente valorizada quando vivo, mas de grande talento, criatividade e autenticidade.

 

O disco de tributo lançado por Marya é muito bem estruturado, cheio de energia e com ar de rock’n roll de verdade como há muito tempo não se via na musica brasileira. Enfim o disco junta o talento e a voz de uma grande interprete no caso Marya Bravo (que até então não conhecia), músicos de primeira grandeza e som de rock’n roll de bicho grilo de verdade (vide: as letras hippies e super autenticas. O som com guitarras estridentes, teclados setentistas e o escambal).

 

O disco é de fato é o melhor e mais rock’n roll álbum nacional do ano. Um achado escondido pela mídia que vive de Sertanejo Universitário e mais do mesmo. O álbum inteiro é muito bom desde os sucessos do velho Rodrix como “Casa no Campo” (que já foi gravada por Elis Regina), “Mestre Jonas”, e músicas menos conhecidas como “Eu Vou Comprar Esse Disco” e “Hey Man”, passando por ótimas músicas como “Casca de Caracol” e a brilhante “Quando Você Ficar Velho”. Somzeira! Como há muito tempo não se via no cenário nacional!

 

Álbum: De Pai para Filha

Cantora: Marya Bravo

Ano de Lançamento:2011

Gravadora: Joia Moderna / Tratore

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam